Sensor de nível do fluído de arrefecimento

Introdução

Este post não é um DIY, mas sim uma recomendação já bastante “batida” na comunidade Land Rover para os proprietários de veículos com motores 300 Tdi:

“Instale um alarme de nível do fluído do sistema de arrefecimento.”

Considerando que existem diversos tipos de alarmes e instalações possíveis, um DIY direcionaria o proprietário para a instalação que fiz na minha Defender, o que não é a pretensão de qualquer DIY desta página. Portanto este post não contém nenhum tipo de passo a passo ou instruções.

Dessa maneira, a primeira recomendação é: não saia de casa sem um alarme de nível no sistema de arrefecimento. A segunda recomendação é: pesquise sobre as opções disponíveis antes de decidir qual alarme, sensor e instalação você usará.

Sistema de arrefecimento: características básicas e possíveis problemas

O alarme de nível do fluído de arrefecimento é o equipamento mais importante para se instalar em uma Defender 300 Tdi. Esses motores possuem uma bomba d’água que fica em uma posição elevada em relação ao sistema de arrefecimento, fazendo com que a perda de poucos litros de fluído rapidamente causem danos consideráveis ao motor.

As causas de vazamentos de fluído no sistema de arrefecimento são inúmeras e mesmo com a mais criteriosa manutenção preventiva não é possível garantir sua completa eliminação. Falhas na bomba d’água, bujões do sistema de arrefecimento, mangueiras e abraçadeiras, radiador e radiador de ar quente, selos mecânicos do motor, vaso de expansão, entre outros, são exemplos de possíveis origens de vazamentos no sistema.

São muitos itens para fazer trocas e inspeções preventivas, sem garantia de eliminar o risco de vazamento. Por esta razão já é antiga a recomendação da comunidade Land Rover para a instalação de um alarme de nível do fluído do sistema de arrefecimento, pois este alarme sozinho consegue avisar o motorista sobre a queda no nível do fluído, qualquer que seja sua causa.

Como o alarme é acionado antes de o fluído acabar no reservatório, é quase certo que o motor não sofra nenhum tipo de dano, poupando um quantidade considerável de dinheiro em consertos. As consequências de um aquecimento por perda de fluído começam com a queima da junta do cabeçote e vai até a perda do cabeçote e/ou ovalização dos cilindros, com possível perda dos pistões.

E não pense que o indicador de temperatura do painel irá salvar seu motor em caso de perda de fluído, pois na imensa maioria dos casos a perda de fluído causa um aquecimento repentino que não é indicada no marcador, visto que este possui uma leitura retificada (estabilizada) da temperatura real do motor. Em outras palavras, quando o indicador de temperatura começar a subir, muito provavelmente o prejuízo já estará feito.

Por fim, não deixe de instalar o alarme de nível do sistema de arrefecimento, sempre conferindo seu funcionamento através do auto-teste do mesmo. Ele certamente irá salvar seu motor em algum momento, como já salvou o meu em duas ocasiões: numa falha do rotor e selo de uma bomba d’água e numa falha de um selo mecânico do motor.

Abaixo algumas fotos do meu alarme de nível, que usa a tampa original do reservatório de fluído da Range Rover e um módulo para emitir um sinal sonoro e visual:

A tampa com sensor instalada no reservatório do fluído
Marca VDO, original da Range Rover (part number PRC7925)
Aviso visual através de LED instalado na fresta de ventilação dos instrumentos, sem furar o painel
Lugar de fácil visualização pelo motorista, além de possuir um alarme sonoro.