Upgrade na Caixa de Transferência: mais óleo e menos calor.

As Defender 300 Tdi são equipadas com a caixa de transferência LT-230, reconhecidamente robustas e de funcionamento simplificado. Sua função é, basicamente, transferir a força do motor (depois de passar pelo câmbio) aos eixos dianteiro e traseiro.

Em um veículo com tração permanente nas quatro rodas, como é o caso da Defender, a caixa de transferência tem papel fundamental pois permite que os eixos dianteiro e traseiro trabalhem em rotações diferentes (situação que ocorre ao fazer uma simples curva). Para tanto, a LT-230 possui em seu interior um diferencial, também denominado diferencial central.

A LT-230 é responsável por boa parte da capacidade off-road da Defender, pois é nela que estão contidos os sistemas de marcha reduzida e de bloqueio do diferencial central. Com o simples movimento de uma alavanca podemos reduzir todas as marchas, aumentando o torque que chega nas rodas. Também é possível bloquear o diferencial central, fazendo com que a caixa transfira 50% da força para cada eixo, mas isso só deve ser feito quando a Defender estiver em pisos de baixa aderência.

Portanto, garantir o bom funcionamento da caixa de transferência é crucial não só para a confiabilidade da Defender, mas também para poder aproveitar todo seu potencial 4×4. Nesse contexto é que a troca da tampa inferior da caixa por sua versão expandida e com aletas para troca de calor se mostra valiosa: garante mais óleo dentro da caixa ao mesmo tempo que reduz sua temperatura de trabalho.

A tampa pode ser encomendada diretamente com o fabricante: tadeuelieser@gmail.com

Para fazer a troca da tampa inferior foram feitos os seguintes passos:

1 – Com a caixa de transferência morna (algumas horas após seu último uso), fiz a limpeza do entorno dos bujões de enchimento e de dreno de óleo, usando escovinha de aço e óleo tipo WD-40;

2 – Remover o bujão de enchimento e de dreno, posicionando um recipiente limpo abaixo da caixa para coletar o óleo (depois encaminhe o óleo usado para um coletor autorizado. Jamais descarte óleo no lixo ou esgoto). Deixe todo óleo escorrer por algumas horas, aproveitando para inspecionar o óleo usado quanto a presença de fragmentos de metal e/ou contaminantes;

3 – Limpar o entorno da tampa inferior, usando escovinha de aço e óleo tipo WD-40. Depois de bem limpo eu passei um pano com thinner para deixar bem seco;

4 – Remova os parafusos da tampa, guardando sua posição;

5 – Faça uma limpeza meticulosa da face de contato da tampa, junto a caixa. Remova absolutamente todo e qualquer resíduo de junta e/ou óleo, finalize com um pano com thinner;

6 – Limpe a face de contato da nova tampa com thinner;

7 – Limpe todos os parafusos removidos da tampa usando escovinha de aço, óleo tipo WD-40 e thinner. Inspecione e limpe também os furos da caixa, garantindo que não possuem restos de junta, silicone, trava rosca e/ou óleo. Nesse ponto você provavelmente reparará que os três parafusos inferiores são passantes na caixa, exigindo atenção especial na sua vedação;

8 – Posicione a nova junta e/ou aplique o silicone RTV na face de contato da tampa. Eu gosto de aplicar um fio centralizado, fazendo o contorno de todos os orifícios dos parafusos. O ideal é fazer um fio contínuo de silicone, mas falar é mais fácil do que fazer…

9 – Após aplicar o silicone na tampa, deixe o fio secar entre 10-15 minutos e só depois posicione a tampa na caixa e comece a colocar os parafusos. Nesse momento eu aperto os parafusos apenas com as mãos, somente até o silicone começar a “babar” pela borda. Faço isso em todos os parafusos, até que todo o entorno da tampa tenha uma pequena borda de silicone, esperando pelo menos umas 2-3 horas antes de aplicar o torque correto nos parafusos. Esse procedimento é demorado, mas resulta em uma junta de silicone mais espessa se comparada a uma junta feita sem aguardar o tempo de cura parcial do silicone (ao apertar os parafusos estes “expulsam” mais silicone, visto que o mesmo ainda está pouco curado);

10 – Então eu removo um a um cada parafusos de fixação, aplicando um pingo de trava rosca azul e recolocando-o em seu lugar logo após. Nos três parafusos inferiores, que são passantes, além do trava rosca ainda é aplicado um pouco de silicone na porção do parafuso que fica junto a tampa (sob o flange do parafuso);

11 – Faça o aperto dos parafusos com torquímetro, em sequência estrela e com incrementos de torque: primeiro 15 Nm em todos, depois 20 Nm e por fim 25 Nm. Se possível, espere mais algumas horas antes de recolocar o óleo na caixa, garantindo uma cura perfeita do silicone;

12 – Limpe os alojamentos e os bujões de enchimento e drenagem de óleo, reinstalando o bujão de dreno (na minha Defender, em todos os bujões eu uso veda rosca líquido loctite 567);

13 – Complete o óleo da caixa (eu uso Lubrax Gold 75W90) e reinstale o bujão de enchimento. Use um pano limpo para remover quaisquer resquícios de óleo;

14 – Saia com o veículo e dirija por cerca de 20 minutos. Retorne e confira se há indícios de vazamentos na região da tampa e/ou bujões. Tudo deve estar seco.

15 – No dia seguinte, com a caixa fria, confira se o óleo continua no nível ou se baixou um pouco, completando se necessário (as vezes o óleo demora até preencher todos os espaços da caixa quando é feita sua colocação, por isso não custa uma segunda conferida);

16 – Aproveite!

Nova tampa inferior da caixa de transferência: aletas para troca de calor e redução da temperatura.
E aumento do volume interno da caixa, permitindo colocar mais óleo.
Fazendo a limpeza dos parafusos e entorno da tampa original.
Após tudo limpo.
Removendo os parafusos e guardando sua posição.
Parafuso limpo X parafuso sujo.
Após remover a tampa original, face de contato ainda suja.
Face de contato após limpeza.
Após aplicar fio de silicone de alta temperatura RTV.
Tudo pronto!
Produtos utilizados!

2 respostas para “Upgrade na Caixa de Transferência: mais óleo e menos calor.”

    1. Olá, Paulo! O Tadeu, fabricante da tampa, as vezes fica sem acesso a internet ou celular por dias em função do trabalho dele. De qualquer forma eu manei uma mensagem direta para ele, encaminhando teu e-mail para que ele faça contato. Qualquer coisa pode mandar outra mensagem por aqui que nós respondemos! Espero ter ajudado! Abraço!

Os comentários estão desativados.